Augusta Paralela

Para quem (ainda) duvida da importância ou até mesmo utilidade da Rua Augusta para a cidade de São Paulo, precisa urgentemente dar um “Google” nas palavras chave “rua augusta sp” e conferir os resultados fascinantes do portal de buscas!

Além de ser uma das mais lendárias ruas de São Paulo, a Augusta é (ainda) muito conhecida pelas prostitutas que trabalham na região baixa mas, atualmente, essa rua (quase uma entidade paulistana) se tornou um espaço de extensa cultura underground, recheada de pontos exóticos e inéditos, como o Bar do Netão, um bar que possui uma pista extremamente democrática, não precisa pagar entrada, é só entrar e se jogar na pista de dança, o fervo é garantido e o preço da sua diversão irá apenas depender de quantas bebidas você tomar por lá…ou não!

#AugustaFeelings

O clima da rua é paradoxal, de um lado da paulista temos a região dos Jardins (marcada pela presença da afamada Rua Oscar Freire), do outro lado o baixo meretrício e muita vida noturna  underground. Pelas calçadas da Augusta coexistem centenas de mundos paralelos: galerias, cafés, bares, puteiros, lojinhas (e lojonas), motéis baratos (e caros), consertos variados, gráficas, brechós, salões, clubes, bancos, sebos, restaurantes, teatros e muitos prédios residenciais.

Mas quem são as pessoas que vivem e transitam por lá? A rua augusta é extremamente democrática, mas no Baixo Augusta predominam gays, clubbers, hipsters, rockers, moradores de rua, nordestinos, emos, estrangeiros, prostitutas e artistas povoam a região no dia-a-dia e pela a noite a concentração só aumenta!

Já existem muitos spots conhecidos pela mídia e seus habitués, mas para não cair no clichê irei indicar alguns achados virtuais, reais ou itinerantes que fazem parte desse bapho que é a rua Augusta! Se joga!

• Central da Augusta <centraldaaugusta.com.br>: é um blog jornalísitico e colaborativo, narrando o cotidiano do trecho entre a Praça Roosevelt e a Rua Colômbia, assim como a vida que acontece em suas adjacências. Recentemente foi indicado pelo site da vejinha como um ótimo guia para a região.

• @BlocoAugusta: conta oficial no Twitter dos Acadêmicos Do Baixo Augusta,  bloco pré-carnavalesco que surgiu para celebrar a diversidade e a revitalização da região. Organiza passeatas, caminhadas e eventos super divertidos e engagados na recuperação da Rua Augusta.

• Dex Bar: localizado no Baixo Augusta, mais precisamente na região dos inferninhos (nº520), o bar prima pelo ecletismo na trilha sonora (rock, electro e disco), recebe novos DJs, performances e até peças teatrais. A receita mais pedida da casa é o palitinho de presunto e queijo frito, idéia de um frequentador do local. Destaque para o cardápio de cachaças, com 50 tipos da branquinha. Dica: peça a cachaça de Pequi, uma delícia pra começar a noite!

• Festival Mix Brasil: Aparentemente a questão diversidade sexual ainda não é muito aceita em território tupiniquim, prova disso é que festivais como o promovido pelo grupo Mix Brasil continuam em sua maioria a freqüentar a região do Baixo Augusta todos os anos. Isso não tira nem um pouco o mérito da realização desse festival, sua 18º edição será realizada entre os dias 11 e 21 de novembro em São Paulo, você pode encontrar mais info sobre no site “mixbrasil.com.br”.

• Loja colaborativa Endossa: um projeto colaborativo real/virtual, a Endossa apenas aluga os espaços. Todos podem alugar uma “caixa” (espaço para exposição dos produtos), mas somente quem atinge a meta de vendas pode permanecer na loja. O mix de produtos está em constante renovação, de acordo com as idéias de quem vende e das escolhas de quem compra (geralmente decididos pela demanda e escolha dos internautas que navegam pelas redes sociais do empreendimento).

A Endossa está na Rua Augusta, nº1360, também no twitter (@endossa) e no site oficial do projeto (www.endossa.com).

Se a curiosidade bateu, eu aconselho você a fazer o seu próprio passeio pelo Google e YouTube para conhecer a Augusta Paralela e refletir – se o passeio virtual já é uma loucura – imagina andar de verdade pelas movimentadas calçadas e noites undergrounds da Rua Augusta? #fikdik

Postado por Edson Fabrício
Siga o ED no Twitter: @edsonfabricio
Facebook.com/fabricio.edson
Arte/colagem: OUTED

Anúncios

2 comentários em “Augusta Paralela

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s